fondo web-03.png

BREVE REFERÊNCIA DO HAIKU

O haiku deu inicio no Japão no século XVII. Trata-se de um poema breve baseado nas percepções que estimulam os nossos sentidos. Em português, o haiku tem, tradicionalmente, em torno de dezessete sílabas distribuídas em três versos. As palavras de um bom haiku devem evocar na leitura as emoções sentidas pelo poeta e não descrever tais emoções. A força relativa chega da simplicidade, elegância e da atenção na impermanência da natureza. Aconselha-se aos poetas de haiku evitar redundâncias.

BASES

1. Poderão participar praticantes e amigos do zen da América do Sul. 

2. Os haikus devem expressar uma sensibilidade impregnada da prática do zen e utilizar kigo regionais próprios da América do Sul.

3. A métrica 5-7-5 é facultativa. Por considerar a brevidade do haiku, não serão considerados aqueles que ultrapassem as 20 sílabas.

4. Cada participante deve enviar até 3 haikus escritos em espanhol ou português ao seguinte endereço: sotozenperu.editorial@gmail.com com o tema HAIKU CERRO AZUL.

5. Na mensagem deve incluir os haikus juntos ao corpo do texto, e não anexados. No mesmo terá de constar o nome, sobrenome, nome do Dharma (caso tenha) e nacionalidade.

6. Os haikus devem ser inéditos. Não devem ter sido publicados em livros ou blogs, estendendo-se a sistemas virtuais como Facebook, Twitter e o Instagram.

7. Para que o participante seja apto a constar entre os finalistas, haverá que juntar à mensagem a Cessão de Direitos Autorais devidamente preenchida e assinada. Pode ser descarregado a partir do website aqui.

8. Os haiku selecionados serão publicados em um livro impresso, que será apresentado na cerimônia de celebração dos 120 anos do zen na América do Sul, em agosto de 2023, em Lima, Peru.

9. Os participantes selecionados receberão dois exemplares do livro por ceder o direito autoral.

 

10. A data de encerramento do envio dos haiku é 15 de dezembro de 2021.

COMITÊ DE SELEÇÃO

Ven. Jisen Oshiro (Lima-Peru)

Comunicadora e diretora da Comunidade Soto Zen Peru.

Ven. Jisho Handa (São Paulo-Brasil)

Historiador, monge do Templo Busshinji e diretor do Grêmio de Haiku Pitangas Urbanas.

Ven. Sanriki Jaramillo (Medellin-Colombia)

Médico, editor, diretor da Fundación Zen Montaña de Silencio e da oficina Haiku-do.

Prof. Sandra Pérez (Buenos Aires-Argentina)

Educadora, artista e cofundadora do Ponte y Camiño – grupo de haiku de Buenos Aires.

Prof. Michael Prado (Lima-Peru)

Designer, antropólogo e diretor da oficina de haiku Caracol del Invierno.

CONSULTAS

sotozenperu.editorial@gmail.com 

CERRO AZUL cabecera-05.png